Confiança da Indústria estabiliza em outubro, diz CNI

Pela primeira vez desde março, os empresários da indústria têm uma percepção positiva com relação às condições atuais da economia brasileira

 

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), da Confederação Nacional da Indústria (CNI), ficou estatisticamente estável em outubro ao marcar 61,8 pontos, após se situar em 61,6 pontos em setembro, seguindo uma sequência de fortes aumentos que havia se iniciado em junho.

 

Dessa forma, o indicador está acima da média histórica, de 53,2 pontos, e atingiu nível próximo ao observado antes dos efeitos da pandemia de covid-19 sobre a economia, em fevereiro, quando o índice estava em 64,7 pontos.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook

O índice também está acima do valor registrado em outubro de 2019, de 59,3 pontos.

O Icei varia de 0 a 100 pontos, sendo que todos os valores acima de 50 pontos indicam empresários confiantes, melhora da situação corrente ou expectativa otimista.

De acordo com o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, a estabilidade do índice, após fortes altas, mostra que a confiança do empresário da indústria deve dar suporte à continuidade da retomada da economia.

O componente Índice de Expectativas dos empresários com relação aos próximos seis meses recuou pela primeira vez desde abril. Ele caiu de 65,1 pontos para 64,5 pontos em outubro.

Apesar dessa queda, o Índice de Expectativas segue acima dos 50 pontos, indicando expectativas otimistas dos empresários da indústria.

Por Assessoria de imprensa Instituto Aço Brasil.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no facebook
Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima